A mão, o olho e a matéria: reflexões sobre a identificação das técnicas e materiais da pintura em documentos históricos

<Acesse o artigo completo aqui>

Resumo
ALMADA, MÁRCIA. A mão, o olho e a matéria: reflexões sobre a identificação das técnicas e materiais da pintura em documentos históricos. An. mus. paul. [online]. 2018, vol.26, e02d1. Epub 07-Jun-2018. ISSN 0101-4714. http://dx.doi.org/10.1590/1982-02672018v26e02d1.

A partir da observação interdisciplinar fundada nos interesses da história social, da história da arte e da ciência da conservação, este artigo pretende fomentar a discussão conceitual e terminológica envolvida na identificação de técnicas e materiais empregados no desenho e na pintura em manuscritos, com foco particular nos produtos visuais resultantes das viagens científicas dos séculos 18 e 19, mas se estendendo também às demais imagens, com ou sem o estatuto de obras de arte, produzidas no mesmo período. Fugindo das generalizações inerentes à expressão “desenho aquarelado”, são expostas as especificidades das tintas usadas na pintura em papel, sua preparação, técnicas de aplicação e resultados óticos obtidos com os diferentes processos, relacionando os produtos finais às circunstâncias sociais de produção, com o intuito de auxiliar na distinção entre desenhos, pinturas a têmpera e pinturas em aquarela e apresentar alternativas terminológicas que especifiquem as qualidades materiais dos documentos gráficos.

Palavras-chave : Pintura; Desenho; Manuscritos; Materialidade; Ilustração científica.

<Acesse o artigo completo aqui>